O Presidente do SINDICATO DOS POLICIAIS FEDERAIS NO ESTADO DO CEARÁ- SINPOF, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e em conformidade com as disposições do Estatuto vigente, convoca os filiados para uma Assembleia Geral Extraordinária, no dia 31/03/2015, às 15h30min em primeira convocação, e às 16h00min em segunda convocação, na Sede do SINPOF-CE, para a discussão e a deliberação das seguintes pautas:
 
01- Acerca do uso do convênio UNIMED, custeado pelo Sindicato, por ex-funcionária;
 
02- Acerca da indicação do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Justiça Eleitoral para a realização, fiscalização e apuração das eleições do SINPOF que ocorrerão em 2015.
 
 Fortaleza, 27 de março de 2015.
 
A Diretoria.           

O Presidente do SINDICATO DOS POLICIAIS FEDERAIS NO ESTADO DO CEARÁ- SINPOF, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com o Estatuto vigente, convoca os filiados para uma Assembleia Geral Ordinária, no dia 31/03/2015 às 16:00h em primeira convocação, e às 16:30h em segunda convocação, na Sede do SINPOF-CE, para discussão e deliberação sobre a seguinte pauta:
 
 
01- Prestação de contas do SINPOF/CE, referente ao ano de 2014.
 
 
 Fortaleza, 27 de março de 2015.
 
A Diretoria.

O Presidente do SINDICATO DOS POLICIAIS FEDERAIS NO ESTADO DO CEARÁ- SINPOF, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e em conformidade com as disposições do Estatuto vigente, convoca os filiados para uma Assembleia Geral Extraordinária, no dia 31/03/2015, às 10h00min em primeira convocação, e às 10h30min em segunda convocação, na Delegacia de Polícia Federal de Juazeiro do Norte para a discussão e a deliberação sobre as seguintes pautas:
 
 
01- Acerca do uso do convênio UNIMED, custeado pelo Sindicato, por ex-funcionária;
 
02- Acerca da indicação do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Justiça Eleitoral para a realização, fiscalização e apuração das eleições do SINPOF que ocorrerão em 2015.
 
 Fortaleza, 24 de março de 2015.
 
A Diretoria.        

O Presidente do SINDICATO DOS POLICIAIS FEDERAIS NO ESTADO DO CEARÁ- SINPOF, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com o Estatuto vigente, convoca os filiados para uma Assembleia Geral Ordinária, no dia 31/03/2015 às 09:00h em primeira convocação, e às 09:30h em segunda convocação, na Delegacia de Polícia Federal de Juazeiro do Norte para a discussão e a deliberação sobre as seguintes pautas:
 
 
01- Prestação de contas do SINPOF/CE, referente ao ano de 2014.
 
 
 Fortaleza, 24 de março de 2015.
 
A Diretoria.

Depois de muitas reuniões, propostas e oficinas com representantes de todos os servidores durante vários anos, a Direção-Geral da Polícia Federal resolveu articular o envio de dois projetos de lei que transformam a carreira policial federal.

O Projeto de Lei n. 6.493/09 (acessível neste link) transforma o cargo de delegado da PF, de servidor público para agente político, de tal forma que as competências do órgão se traduzem no cargo, e todos os demais servidores são transformados em auxiliares.

O Projeto de Lei n. 1.952-B/07, que deveria modernizar o regime jurídico dos policiais federais, promove a manutenção de dispositivos repressivos da Lei n. 4.878/65, usada historicamente para perseguir servidores através de dispositivos produzidos na ditadura militar, e considerados inconstitucionais na ordem jurídica atual.

Neste contexto, a Federação Nacional dos Policiais Federais e o Conselho de Representantes, que contempla todos os Sindicatos Regionais em todo o Brasil, convidam Vossa Senhoria a participar desta pequena pesquisa, que será realizada SOMENTE por E-MAIL.

Os sindicalizados já cadastrados receberão um convite para a pesquisa através do E-MAIL. Caso não receba, favor entrar em contato com a FENAPEF através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

FENAPEF

Fonte: Agência Fenapef

Na Polícia Federal, reuniões com representantes dos servidores deixaram de representar algo democrático e passaram a ser desprezados pela Direção Geral. A esperança por dias melhores para todos os servidores da PF está cada dia menor. A forma como as construções em conjunto, em longas mesas de negociação, são sempre ignoradas é recorrente e as decisões sobre o futuro de todos estão sendo tomadas por uma minoria, nos bastidores, com critérios que nunca são divulgados.

Nesta semana, a direção da Polícia Federal organizou em Brasília vários tipos de reuniões entre delegados de polícia federal, de todas as partes do país. Coincidentemente, ou não, nos mesmos dias em que serão colocados em pauta, no Congresso, dois projetos que tratam da vida profissional de milhares de policiais, sua carreira e seu regime jurídico.

Apesar das inúmeras reuniões com representantes de todos os cargos, e a promessa de reconhecimento e participação, foi enviado para a Câmara dos Deputados o Projeto de Lei n. 6.493/09, que transforma o cargo de delegado da PF, de servidor público para agente político, de tal forma que as competências do órgão se traduzem no cargo, e todos os demais servidores são transformados em auxiliares.

Outro tema que envolveu a participação direta dos representantes dos servidores é o regime jurídico dos policiais federais, ainda reféns de uma lei criada na ditadura militar, a Lei n. 4.878/65. Depois de meses com a participação de advogados e até da OAB, todas as propostas criadas em ambiente democrático foram descartadas, e foi enviado o Projeto de Lei n. 1.952-B/07, que promove a manutenção de dispositivos repressivos.

Portanto, TODOS OS POLICIAIS FEDERAIS estão sendo convocados a se mobilizarem no Congresso Nacional e em todo o país, nesta semana, em especial na TERÇA-FEIRA, 24, contra a deliberação desses dois projetos, 6.493/09 e 1.952-B/07, que representam uma ofensa à dignidade profissional dos policiais federais que construíram a Polícia Federal.

Federação Nacional dos Policiais Federais

Fonte: Agência Fenapef

{gallery}projeto_livro{/gallery}

O Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Ceará (SINPOF-CE), convida todas as mulheres, servidoras públicas, na essência do conceito, do Departamento de Polícia Federal (DPF) à contribuírem com as suas ricas experiências como funcionárias deste órgão do Ministério da Justiça para a redação de um livro, cuja edição está sendo apoiada por esta entidade de classe, que registrará como o DPF foi engrandecido pelo seu trabalho e sua dedicação. Este exemplar é o primeiro da espécie, uma oportunidade ímpar para demonstrar como as mulheres policiais tem colaborado com a construção de uma Polícia Federal mais forte e eficaz; um verdadeiro ponto de inflexão na visão do DPF, e dos servidores que o constituem, como instituição mantenedora do Estado Democrático de Direito, além de um instrumento para a desconstrução do machismo colonial que cerca tal órgão e a sociedade brasileira como um todo.

O primeiro encontro aconteceu no dia 12/03/15, no auditório da superintendência, onde várias policiais femininas se fizeram presentes, e que os próximos serão devidamente comunicadas pela diretora de esporte, Kátia Rocha.

A coordenação da reunião destes registros em uma única obra está a cargo da assistente social da SR/CE, Clara Sales,  e da APF aposentada Elismar  Santander, Mazinha.

{gallery}homenagem-mulheres{/gallery}

Neste dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, data comemorativa dedicada à memória da fortaleza e da sensibilidade, em que as devidas honras devem ser prestadas às mulheres, a Diretora de Esportes do SINPOF-CE, Kátia Rocha, foi homenageada pela Associação das Esposas de Militares do Estado do Ceará (ASSEPEC), com o apoio da vereadora Dra. Ruthmar Xavier, no clube de oficiais da PMCE, juntamente como um conjunto de personalidades que permanecem contribuindo para a autonomia, a independência e o orgulho feminino, provando que a sua capacidade é tão semelhante quanto a de qualquer indivíduo, senão superior. Dentre estas expoentes pode-se citar a Controladora Geral de Disciplina do Estado do Ceará, Socorro França; Mariana Posses, do SOS Ceará; Flávia Soares, do Instituto de Educação Portal; Jeruza Feitosa de Matos; dentre outras.

O Sindicato dos Policiais Federais do Ceará vem comunicar que a missa de 7º dia da Sra. Maria Isolda Leite Barros, mãe do colega APF Paulo de Tasso, será realizada na Paróquia Nossa Senhora da Piedade, localizada a Rua Joaquim Torres, 185, no bairro Piedade. Segue, abaixo, maiores informações.

Local: Paróquia Nossa Senhora da Piedade.
Endereço: Rua Joaquim Torres, 185 - Piedade - Fortaleza-CE
Data: 10/03/2015
Horário: 19:00hrs

O Sindicato dos Policiais Federais do Ceará convida todos os sindicalizados para comparecerem à reunião do grupo que está sendo formado para dar apoio tático e institucional ao policial vítima de violência. Participem para que o mesmo se torne realidade! LEMBRE-SE, VOCÊ PODE SER O PRÓXIMO!

Data:
Dia 10/03/2015 às 9:00

Local:
Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Ceará.

Endereço:
Rua Margarida Queiroz, 7 - Cajazeiras

Mapa:


Em meio à crise econômica, política e social vivida pela nação brasileira, e às lutas contra as arbitrariedades cometidas pela União contra a classe dos policiais federais, cumpre destacarmos a importância do que será comemorado e relembrado neste domingo. Nesse dia 08 (oito) de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher em função de um fatídico acontecimento histórico, um incêndio na fábrica Triangle Shirtwaist, situada em Nova Iorque, sendo tal calamidade provocada pelas más condições de segurança do edifício, que ocasionou na morte de 146 costureiras.

Este triste acontecimento, representando as arbitrariedades cometidas contra o sexo feminino, foi inspiração para a criação desta data comemorativa que vem sido desvirtuada, transformada pelo consumismo, uma data para aumentar o lucro das floriculturas, para os empresários presentearem as funcionárias com lembrancinhas e para se exaltar, de maneira machista, a emotividade das mulheres como se fosse fragilidade.

Mas hoje, nós traremos à memória a raiz da existência de tal dia especial, único em razão das homenageadas que são únicas. Parabenizamos todas as sindicalizadas neste dia por conciliarem com tanta harmonia a fortaleza e a sensibilidade, por exercerem com tanto amor e empenho a maternidade, por completarem a fria razão com o calor da emoção que somente o coração feminino pode dimensionar, por contribuírem com expressiva eficiência para as conquistas do Departamento de Polícia Federal, honrando assim o título de servidora pública, que vem sido tão desmerecido no Brasil.